Como ser mãe presente e trabalhar ao mesmo tempo

Quando soube que estava grávida deparei-me com um problema que muitas mulheres enfrentam. Desacordo da entidade patronal em relação à maternidade conciliada com cargos de responsabilidade.

Como estava com contrato a termo fui elegantemente dispensada, o que na altura sinceramente foi um alívio. Ter que voltar a trabalhar num sítio onde condenavam a minha escolha de ser mãe não me parecia que viesse a ter um futuro promissor.

Passou-se a gravidez, a minha filha nasceu e eu fiquei os 6 meses em casa para me dar tempo de encontrar alguma coisa.

A urgência de encontrar uma solução abriu-me vários caminhos, e oportunidades de emprego, o problema foi o meu dilema moral. Eu nunca fui muito boa a fazer coisas pela metade. Participar no crescimento da minha filha, era um prioridade para mim. A ideia fixa de ser mãe presente e trabalhar ao mesmo tempo não me abandonava o pensamento.

Olhando para isto como problema comecei a procurar alternativas para conseguir conciliar tudo da melhor forma. Essa busca resume-se neste texto, com o qual pretendo ajudar mães e futuras mães, a concretizar o direito de qualquer mulher de ser mãe presente e trabalhar ao mesmo tempo.

Existem muitas hipóteses de conciliar a maternidade com o vida laboral. Tudo depende das competências de cada uma. Mas acima de tudo, da vontade de se fazer o que realmente queremos, que neste caso, é ter uma participação ativa na vida dos nossos filhos.

Vamos por partes, até porque existem várias situações distintas. Vou dividir por categorias: – Mulheres com desejo de serem mães; – Mulheres grávidas que após a licença de maternidade querem voltar ao emprego em regime de part-time; Mulheres grávidas que após a licença de maternidade querem continuar em casa; Mulheres que voltaram a trabalhar mas querem ir para casa tomar conta dos filhos;

Cada uma destas mulheres tem o mesmo direito de conseguir fazer o que deseja, a única diferença é o timing que tem para preparar e o tempo que tem para agir.

Mulheres com desejo de serem mães

Qualquer mulher que ainda não é mãe pode planear antecipadamente a forma como quer participar ativamente na educação dos seus filhos. Se o desejo for ficar em casa após o parto e até a criança se iniciar no pré-escolar, convém que tenha um plano de acção.

O plano de acção pode passar pelo emprego atual se tiver possibilidade de trabalhar a partir de casa. Ter redução de horário ou trabalhar em part-time.

Tudo isto tem que ser falado e acordado com a entidade patronal para perceber se é uma situação viável. Felizmente, há cada vez mais empresas que valorizam o trabalho em termos de produção e não pelas horas que passamos no posto de trabalho.

Para muitos patrões acaba por ser vantajoso ter uma empregada em casa a tempo inteiro ou até mesmo part-time, ao invés de ter que contratar uma pessoa nova que tenha que receber formação.

Se não for possível acordo com a entidade patronal, está na hora de procurar alternativas. Muitas delas passam pelo trabalho online, artesanato e vendas. Existem centenas de soluções cabe a cada uma pensar em qual área se enquadra melhor.

Com um computar e internet, é possível trabalhar em todo o lado.
Com um computar e internet, é possível trabalhar em todo o lado.

Trabalho online pode passar por transcrever textos, fazer parte do serviço de apoio a clientes online de uma multinacional, testar produtos, são algumas das opções mas tens muito mais disponível.

Mulheres grávidas que após a licença de maternidade querem voltar ao emprego em regime de part-time;

Se já estás gravida PARABÉNS! Os conselhos que te dou são semelhantes os que acabei de escrever, mas agora com menos tempo para planear.

Igualmente se tiveres um empregador com mentalidade flexível expõe a situação, caso não seja possível não desesperes, pensa simplesmente como mais um desafio a superar. Talvez seja o momento certo para fazeres aquela formação que há muito querias fazer. Adquirir novas competências é perfeito para te poderes lançar em alguma atividade nova. Por exemplo cursos de cozinha, decoração, medicinas alternativas, etc. Com a perspectivas de um novo rebento o mundo fica muito mais cor-de-rosa e propício a estas mudanças.

Se fores dotado para trabalhos manuais há imenso mercado, numa primeira fase podes ter uma página de vendas nas redes sociais, e quando tudo começar a correr melhor até podes ter o teu website de vendas.

Está super na moda os “influencers” pais e filhos, aproveita para retratar o teu novo rebento e recebe ofertas e patrocínios. Tens um mundo a explorar.

Mulheres grávidas que após a licença de maternidade querem continuar em casa

A bebé está a começar a fazer “coisas giras”, e a vontade de a largar é muito pouca, o prazo de voltar ao trabalho esta a terminar e o futuro não parece muito risonho.

Foi o que me aconteceu. Após inúmeras pesquisas e horas infindáveis a perceber fatores como tempo vs rentabilidade, encontrei a solução que considerei a mais adequada para mim . Não implicava vender qualquer produto e tratava-se de uma plataforma tecnológica. Ou seja, boas perspectivas de futuro.

Dentro do mundo das vendas diretas há muita variedade. Desde as vendas por catálogo com produtos de beleza, batidos para emagrecer, máquinas mágicas de cozinhar ou de limpar a casa. São tudo opções muito dignas e cada vez mais populares em Portugal.

Construir redes de consumo é uma das formas mais comuns de emancipação de mulheres nos EUA. Está na altura de a Europa encarar a sério esta indústria.
Construir redes de consumo é uma das formas mais comuns de emancipação de mulheres nos EUA. Está na altura de a Europa encarar a sério esta indústria.

Quando trabalhei nos navios 80% dos passageiros eram americanos e cerca de 20% tinham um negócio próprio de “direct sales”. Investiga a indústria, há muita gente céptica, mas cada vez mais se pensarmos que durante anos tanta gente acreditava que a terra era redonda…é compensador abrir os horizontes!

Mulheres que voltaram a trabalhar mas querem ir para casa tomar conta dos filhos

Os motivos são mais que muitos, ou porque pagar o berçário, o infantário e o prolongamento custam um ordenado quando se tem mais do que um filho. Ou porque percebemos que nenhum dinheiro compensa a ligação que estamos a perder com os nossos filhos. Ou porque eles começam a dar sinais de stress emocional. Ou um simples – Basta! É hora de cuidar da família.

A decisão de abandonar uma situação de independência financeira, uma carreira de sucesso, o trabalho que escolhemos por paixão pode ser muito difícil, então exige preparação. Pode ser tudo planeado e apoiado nas sugestões todas dadas anteriormente.

Ser mãe presente é o melhor presente que posso dar à minha filha.
Ser mãe presente é o melhor presente que posso dar à minha filha.

Acima de tudo, é importante perceber que não temos nada a perder. Pelo contrário, investir na família é uma das melhoras formas de nos sentirmos bem para as oportunidades surgirem. Descobrir a melhor forma de conciliar estes dois fatores, ser mãe presente e trabalhar ao mesmo tempo pode ser desafiante, mas para mim prevalece o facto de ser compensador. Ter o privilegio de fazer diariamente programas com a filha não foi fácil de conquistar mas agora é um presente para ela que não tem preço.


Método infalível para voares da cama todas as manhãs

5, 4, 3, 2….1

Parece a contagem decrescente de um foguetão na base de Cape Canaveral, mas é muito mais poderoso que isso!

Tal como esta contagem decrescente é feita antes do lançamento da nave espacial, sempre que estas sem força de vontade para fazer alguma coisa podes utilizar este método infalível para voares da cama todas as manhãs.

Acorde todos os dias como um foguetão rumo aos seus objectivos.
Acorde todos os dias como um foguetão rumo aos seus objectivos.

Mel Robbins foi a americana que estudou e aplicou a ideia, tem um livro e vários videos no youtube onde explica ao pormenor este método infalível para voares da cama todas as manhãs .

Tudo tem a ver com a forma como o nosso cérebro funciona, nós temos uma sabedoria interna, somos todos capazes de perceber o que está certo e o que está errado. Sempre que nós adiamos o que é correto e melhor para nós, estamos simplesmente a ceder à preguiça, a ouvir os nossos mecanismos de alerta.

A procrastinação é o maior inimigo do sucesso. Com a regra dos 5 segundos é muito fácil evitarmos o caminho que é mais fácil, e começarmos a sair confiantes da nossa zona de conforto.

Para pararmos de perder o momentum, para não boicotarmos mais as boas escolhas da nossa vida, a solução é bem simples. Pensar no que queremos e se por qualquer motivo surgir um sentimento de hesitação, temos que “parar” o cerébro, começar a contagem decrescente e avançar.

Esta técnica serve para coisas tão simples como levantar da cama num dia de frio, abrir um negócio, ir ao ginásio, comer saudável, voltar a falar com quem estávamos chateados. 

No fundo esta Regra dos 5 Segundos é uma forma de enganar o cérebro (metacognição), para atingirmos os nossos objetivos.

A solução é distrair o cérebro enquanto ele tenta sabotar o nosso poder de decisão.

Maioritariamente nós trabalhamos em piloto automático, de acordo com os hábitos que adquirimos.

O nosso cérebro está habituado a isso e tenta-nos proteger, mantendo-nos afastados de tudo o que possamos fazer para mudar esse padrão. 

Portanto tudo o que seja assustador, difícil ou incerto, vai despoletar os nosso mecanismos internos de alerta, fazendo com que não consigamos melhorar.

Quando o sistema de boicote interno está muito sério, coisas simples como levantar de manhã, tornam-se realmente complicados. E neste momento que temos que começar a usar este método infalível para voares da cama.

Ao distrairmos o cérebro com o sistema de contagem, deixamos de pensar, porque ficamos focados nos números. O resultado é fazer com que a acção que tanto desejamos fazer, mas que tem sido tão difícil de executar, se torna automática.

Ao criarmos este hábito de transformarmos a nossa vida numa plataforma de lançamento de “foguetões”, estamos a usar o livre arbítrio sem limitações provocadas por padrões antigos.

Portanto, lancem as vossas naves espaciais. Transformem todos os momentos da vossa vida numa contagem decrescente para o “Ano Novo”, cheio de resoluções, que estão finalmente preparados para cumprir.

5, 4, 3, 2…1 GO!

Hábitos de milionários para novos empreendedores

O objetivo de qualquer empreendedor é conseguir concretizar o seu plano com sucesso o mais rapidamente possível. Para além do seu plano de trabalho, existe toda uma preparação mental que deve ser pensada para que os resultados sejam mais rápidos. Adquirir hábitos de milionários, é o primeiro passo para chegar ao sucesso.

Certamente que toda a gente gostaria de ser milionária, mas provavelmente todos já ouviram falar de histórias de pessoas que ganharam a lotaria e que perderam tudo em menos de um ano. Isso acontece porque temos que nos tornar ricos antes de o sermos. 

Para se ser milionário tem que se ter um Mindset de Milionário. 

Estes são alguns hábitos de milionários que os distinguem das restantes pessoas. A aquisição de alguns destes hábitos, irá permitir aos empreendedores em início de carreira construir a base para uma mente milionária de forma a se tornarem verdadeiros milionários!

Objetivos

Empreendedores de sucesso traçam objetivos a curto, médio e longo prazo.

Fazem listas de tarefas do que deve ser feito todos os dias, assim como estabelecem metas semanais, mensais e anuais.

As metas são o plano estratégico para atingirem os objetivos, pois é necessário pensar num plano para concretizar, só escrever no papel não basta.

67% dos ricos fazem uma lista com todos os seus objetivos e são “obcecados” com eles, perseguir e concretizar sonhos e objetivos dá origem a maior felicidade a longo prazo e resulta em maior acumulação de riqueza. Esta obsessão/paixão gera energia, persistência e o foco necessário para ultrapassar falhanços, erros e rejeição.

Saúde

A grande maioria dos empreendedores milionários fazem exercício, a lógica é bem simples, de nada serve ter muito dinheiro se não tiver saude para aproveitar ao máximo.

Ter uma alimentação saudável, bons hábitos de higiene, ir ao médico regularmente, são práticas importantes.

76% dos ricos fazem exercícios aeróbicos quatro vezes por semana durante 30 minutos. Correr, caminhar, andar de bicicleta são atividades boas para o corpo e para a mente pois aumentam a produção de neurónios no cérebro e a produção de glucose, que é o “combustível” do cérebro

Correr é um desporto prático que pode ser feito em qualquer lugar com recursos mínimos.

Networking

Empreendedores bem-sucedidos reservam uma parte de seu dia para fazer contatos ou manter pessoas importantes por perto. Almoços e jantares de negócios, after works, todo e qualquer tipo de evento é para estar presente.

79% das pessoas ricas passam cinco horas ou mais por mês cultivando a sua lista de contatos. Alimentam os relacionamentos com essas pessoas. Contactam quando existem eventos importantes da vida, tal como casamentos ou aniversários. Relacionam-se, voluntariam-se e participam em encontros formais ou informais de pessoas com os mesmos interesses.

A média dos 5 é uma lei, porque só se tem sucesso quando andamos rodeados de pessoas de sucesso.

Os ricos estão sempre atentos a indivíduos orientados para atingir objetivos, otimistas, entusiastas e com uma atitude mental positiva.

Não Procrastinar

Não procrastinar permite ao empreendedor não acumular trabalho e balancear melhor o equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

Ao realizarem todas as actividades da lista de tarefas hoje, amanhã podem-se focar em novas metas e formas de chegar aos objectivos.

Otimismo

As pessoas mais bem sucedidas que conhecemos são otimistas. Tem uma atitude positiva com relação à vida. Encarar cada problema como uma oportunidade, gera uma onda de energia positiva que vai ser determinante na concretização de negócios.

76% das pessoas com dinheiro acreditam que maus hábitos trazem má sorte. O sucesso a longo prazo só acontece com atitude mental otimista, e essa é a principal característica de todos as pessoas que se tornaram milionárias. È importante parar para ouvir os pensamentos, tomar consciência deles, para perceber se temos pensamentos positivos ou negativos. Estar consciente disso torna-nos inabaláveis.

Poupar

Os ricos economizam, é um facto e usam estratégias diferentes, uns dividem o orçamento familiar em 30% para investir (ex: comprar acções), 40% despesas fixas (ex: alimentação, eletricidade) e 10% para doar (apoiar causas sociais)

Outros de todo o dinheiro que gastam pegam em 10% e poupam (ex: janto com 100€, do meu vencimento total retiro 10€ e guardo para juntar à conta poupança)

Mais Leitura Menos TV

80% dos milionários dedicam pelo menos 30 minutos por dia à leitura com o objetivo de se educarem ou aperfeiçoarem. A maioria não lê por entretenimento mas para manter ou adquirir conhecimento. Geralmente lêem biografias de pessoas bem sucedidas, livros de auto-ajuda, desenvolvimento pessoal e de História.

O tempo em frente à TV é limitado, para os mais abastados, cada segundo é precioso. Por isso, vale mais ler algo edificante do que assistir a algo nem sempre inteligente. Prova disso é que apenas 6% dos ricos assistem a reality shows contra 78% dos pobres.

Ter um livro na mesa de cabeceira, na pasta ou não carro torna momentos de leituras esporádicos mais acessíveis.

Ser Diferente

A necessidade de aprovação do ser humano é o fator que mais o limita. Ter a audacidade de nos destacarmos na multidão, é o principal fator para a maioria das pessoas atingirem o sucesso. Pessoas bem sucedidas criam o seu próprio rumo e atraem outras para se juntarem a elas.

Foco

80% das pessoas ricas são focados em realizar algum objetivo, para chegar ao topo, empreendedores bem-sucedidos escalaram montanhas, tropeçaram, caíram, voltaram a subir e ao contrario dos fracassados, eles nunca desistiram. Mudam de negócio, tentam algo novo, procuram soluções, pedem ajuda, mudam de direção, mas andam sempre para a frente e para cima.

Mentores

Ter um mentor é colocar alguém na nossa vida para nos influenciar positivamente. Mentores participam regular e ativamente no sucesso de grandes empreendedores, dizendo-lhe o que fazer e o que não fazer. Partilham lições de vida e guiam com base em experiência. Como mentores podemos ter pessoas que não conhecemos, 63% das pessoas ricas ouvem audiobooks, lêem livros de pessoas de sucesso para manterem a mente impregnada de ideias positivas que os vão levar a ter mais sucesso.

Trabalho voluntário

A crença de que ao ajudarmos os mais necessitados estamos a contribuir para o nosso próprio bem estar, é uma forma de pensamento da maioria das pessoas mais abastadas. Vemos sempre os grandes nomes mundial associados a campanhas de proteção, prevenção e cuidado dos mais desfavorecidos. 70% dos pais ricos obrigam os seus filhos a fazerem em média 10 horas por mês de trabalho voluntário.

Existem centenas de associações com programas de voluntariado adequados às capacidades de cada um.

Culto de equipa

Os ricos focam-se em ajudar os seus semelhantes a atingir os seus objetivos e sonhos, mas apenas aqueles que perseguem o sucesso, são otimistas, orientados para objetivos e motivadores é que de alguma forma conseguirão atingir o sucesso.

Oferecer ajuda a outros primeiro é a melhor forma de criar a sua equipa de pessoas orientadas para vencer.

Acordar muito cedo

44% dos ricos acordam três horas antes de começarem a trabalhar.

Utilizam as primeiras horas da manhã para preparar o dia, exercitar, meditar, preparar a mente. Planear é a chave para o sucesso, e utilizar as horas do dia em que ninguém pode perturbar uma corrente de pensamento ajuda a resolver problemas ou dar soluções a tópicos como carreira, finanças, família, saúde, problemas e relacionamentos de negócios.

Usa este método se tiveres dificuldade em levantar cedo.

Várias fontes de rendimento

Milionários não dependem de apenas uma fonte de rendimento. As áreas são as mais variadas e 60% deles criou 3 dessas fontes antes do primeiro milhão.

As opções mais comuns são ações da bolsa, imobiliário, cotas em diversas sociedades.

Após todas estas sugestões práticas de hábitos de milionários para novos empreendedores, cabe a cada um escolher por onde começar, e agir até se desenvolver, por forma a atingir os objetivos a que se propôs.

Como entender as pessoas de forma divertida

Por vezes parece que as pessoas não nos entendem por mais que possamos fazer, dizer ou expressar sentimentos por elas. Por outro lado por vezes temos pessoas a dizer que fazem, dizem ou expressão tanto por nós mas no fundo, não é isso que sentimos. Hoje vais aprender a entender as pessoas de forma divertida.

Existe uma forma divertida de explicar este fenómeno. Analise cada um e identifique-se, analise cada um e identifique as pessoas que estão à sua volta. As vezes os problemas que temos com as pessoas passam simplesmente por estarmos a falar no dialeto errado.

Este método de entender as pessoas de forma divertida é explicado ao detalhe no livro “The Noticer”, mas como a ideia é facilitar a vida, aqui fica um resumo prático.

Comparar os nossos comportamentos a comportamentos de animais, pode parecer estranho. Imagine que até entende que um animal que não simpatiza é exatamente o seu tipo! Pode ser polémico, mas vais perceber que a analogia feita é bem real, e vai-se começar a divertir muito. Desafio-o entender as pessoas que estão no seu circulo mais próximo usando esta forma divertida!

Gato_Canário_Cão_e_ peixe_resumem_os_comportamentos_das_pessoas
Alimentar religiosamente o seu peixe dourado, dizer palavras carinhosas ao seu cão, acariciar o seu gato e ouvir atentamente o seu canário podem parecer tarefas normais, mas vão-se revelar muitos úteis na sua vida profissional e pessoal.

Gatos

Para os gatos é tudo baseado no contacto fisico. Não precisas sequer alimentá-lo, ele não precisa disso, se tem fome, mata para comer. Não liga minimamente ao que dizes ou fazes. E inútil que chames um gato, ele só vira até ti se lhe apetecer. Um gato só quer ser acariciado, essa é a forma de sentiram o amor e é dessa mesma forma que o demonstram de volta, roçando-se em ti.

As pessoas gato não se interessam que lhes digas o quanto gostas delas, o quanto são bons a fazer as tuas tarefas. É-lhes indiferente se prestas ou não atenção ao que estão a fazer. Uma boa dose de carinho palpável e estão conquistados.

Exemplos:

Abraço, carinho, beijo, andar de mãos dadas.

Como identificar:

Podes dizer trinta vezes que a amas mas essa pessoa continua a dizer que não porque não deste um beijo quando chegaste a casa.

Peixe Dourado

Os peixes dourados sentem amor nos favores e coisas que fazes por eles. Eles não te ouvem de dentro do aquário se dizes que gostas dele, então eles não precisam das tuas palavras encorajadoras. Em relação a tempo de qualidade, para eles é indiferente que tu estejas ali a vê-lo nadar tranquilamente em círculos. O toque para eles é inútil, fazer uma festa nas escamas é uma sensação “desagradável” para os peixes dourados. Só precisam que mudes a agua, limpes o tanque e eventualmente endireites o castelo de decoração quando o alimentas.

As pessoas peixe não ouvem o quanto gostas delas, como és bom a fazer as tuas tarefas. É-lhes indiferente se prestas ou não atenção ao que estão a fazer. Só precisam mesmo que faças o que os mantém vivos. Asseguras as suas necessidades básicas de sobrevivência realizadas e são as pessoas mais felizes do mundo.

Exemplos:

Fazer o jantar, ajudar a reparar a porta que está a ranger, despejar o lixo.

Como identificar:

Podes abraçar essa pessoa até perder o fôlego mas ela continua a dizer que não a amas porque não reparaste a porta do frigorífico que está sem fechar à meses.

Canário

Um canário só precisa que estejas ali com ele. É indiferente quem é que lhe dá a comida ou bebida. É indiferente que lhe digas se canta bem ou mal e muito menos precisa de festinhas nas costas. Um canário é o animal mais feliz do mundo quando te sentas atentamente a ouvi-lo cantar. Se não o fizeres corre mesmo risco de morrer.

As pessoas canário não se interessam que lhes digas o quanto gostas delas. Não se preocupam como os manténs vivos, nem precisam que lhes toques. Apenas precisam de atenção redobrada da tua parte quando estão juntos. Eles apreciam e valorizam quando passas tempo de qualidade com eles.

Exemplos:

Ouvir os seus problemas, assistir a um filme sem distrações com emails ou trabalho, passear na praia ao fim da tarde.

Como identificar:

Podes oferecer trinta ramos de rosas mas essa pessoa continua a dizer que não a amas porque apesar de estares em casa o dia todo a trabalhar a tua presença só não chega, e necessário que estejas fisicamente e mentalmente com ela.

Cão

Quando dizes a um cãozinho o quanto ele é maravilhoso o seu corpo é toda uma expressão de contentamento. Qual a forma mais eficaz de ensinar truques? Com palavras encorajadoras, “lindo cãozinho”! E para este cãozinho o pior que lhe podes dizer são palavras desencorajadoras e com tom zangado. O cão vai baixar a cauda como se tivesse a ser atacado fisicamente.

As pessoas cão não se interessam com a “comida”, que passes tempo de qualidade com eles ou até mesmo que lhes dês festas, o que conta mesmo são as palavras, um “gosto de ti” ou “és ótimo no teu trabalho” são o essencial para os manterem felizes.

Exemplos:

Elogiar a pessoa, escrever uma mensagem inesperada a dizer o quanto ela é importante para ti, dizer “Gosto de ti”.

Como identificar:

Podes estender trinta máquinas de roupa, mas essa pessoa continua a dizer que não porque estas sempre a passar a ferro mas nunca dizes que a amas.

Existem outros métodos de entender as pessoas e melhorar a comunicação de forma divertida.

No artigo “Qual o meu tipo de personalidade” tens um método alternativo que é igualmente poderoso mas mais direccionado para as vendas.